Restaurante O Casarão, Turismo Em Leiria

 
 
 

Restaurante em Leiria

 
 
Leiria
Capital de distrito, Leiria nasceu no morro do castelo. Por lá passaram Romanos, Visigodos e Àrabes. Com a afirmação da fé cristã e expansão do reino, D. Afonso Henriques, toma o castelo aos mouros em 1135. Data de 1195 o último ataque aos muçulmanos, mas o burgo continuará a viver dentro das muralhas do castelo, até ao séc. XIII, com exceção da igreja de S. Pedro, templo românico, fundado junto às portas do castelo.

De tempos mais recentes é a Sé Catedral, o Convento de Santo Agostinho, a Igreja da Misericórdia e o Santuário de Nossa Senhora da Encarnação, de onde o visitante pode apreciar uma bela panorâmica do centro e arredores de Leiria.

Nos arredores encontramos o Santuário do Senhor dos Milagres a 6 Kms e a Casa-Museu João Soares nas Cortes. Ainda na cidade, o Largo Cândido dos Reis enche-se durante a noite de gente que frequenta o mais conhecido Terreiro da Região, pela existência de vários bares que animam a parte velha da cidade.
 
 
 
No Norte do Pinhal de Leiria, o mais antigo pinhal de Portugal, a Lagoa da Ervideira refresca as matas nacionais, antes de chegar por fim à única praia do concelho de Leiria – Praia do Pedrógão. Pressentimos a tradição da pesca ora nos barcos típicos ora nas redes dos pescadores, e por todo o concelho descobrimos nas festas tradicionais de danças e cantares, os sabores da região.

À mesa desfilam, as lagostas, os lavagantes e as amêijoas, e ainda do oceano, os robalos, os sargos, os linguados e a apreciada sardinha. Quando for a vez da carne, provem-se os assados de perna de borrego, os cozidos à portuguesa, a morcela de arroz, as febras de porco na brasa e o suculento Leitão à Moda da Boa Vista, assado aberto e espalmado. Nos doces destacam-se as "brisas do Lis" e os bolos de pinhão.
 
 
 
 
 
 
 

Gastronomia

 
A gastronomia local é marcada pela criatividade popular, que em tempos difíceis, na falta de alguns alimentos, enriqueceram outros criando pratos populares, mas de grande sabor.

Na sua zona costeira, os frutos do mar são a base da gastronomia local, com magníficas sopas de marisco, gralhados de peixe fresco e caldeiradas suculentas e o bacalhau, uma presença constante na culinária portuguesa.

Nas serras, a gastronomia faz uso da carne e das verduras e hortaliças. Entre os inúmeros de exemplos temos a sopa saloia de hortaliça e feijão, a carne de porco, utilizada nos enchidos, o cozido á portuguesa, os quijos de ovelha e cabra e a broa de milho.

Quando se fala na tradição da doçaria, não pode-se deixar de mencionar a rica doçaria conventual, com doces feitos principalmente com ovos moles, mel, amêndoas, leite e ovos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Castelo de Leiria

 
Logo após a Porta de São Pedro (ou do Castelo) encontra-se um largo arbonizado, que protege a fortaleza.

O acesso ao seu interior é feito pela porta da Torre Sineira, que dá acesso ao Terreiro da Alcáçova.Do lado direito deste espaço, mandado erguer por D.Afonso Henriques no século XII, encontra-se a Igreja de Nossa Senhora da Pena.

A capela-mor e o portal apresentam estilo gótico.O arco que faz a ligação entre o coro e a nave é em estilo manuelino.Ainda neste local se ergue a Torre de menagem e do lado oposto o Paço, uma construção gótica, com traça muito elegante.
 
 
 
 
 
 

Turismo em Leiria